domingo, 26 de setembro de 2010

Um dia...


Vou sentar em algum lugar que tenha vista pra outro;

verei estrelas sentirei o vento

Sentirei saudade do que já passou; sei que vou rir do passado.

Rirei das fugas, das noitadas, das conversas, dos amores de uma noite.
Vou sentar em algum lugar, vou ver estrelas e sentir o vento

Sei que vou fechar os olhos , e acaso não seja forte, certamente uma lágrima irá escorrer

... Saudade... Nunca dá pra controlar !
Vou pensar nas minhas decepções, vou lembrar dos momentos felizes.
Vou repensar todos os planos e sonhos que eu tinha naquela época e também os dos meus amigos.
Sei que nessa noite vou estar sentada, vendo estrelas e sentido o vento

Vou rir de olhos bem fechados e chorar ao mesmo tempo pois as lembranças serão tantas que não há como ter uma só reação.
Vou chorar de saudade, chorar de alegria, chorar de amor.
Um dia vou sentar a noite e enquanto estiver vendo estrelas, sentido o vento e lembrando tudo o que passou o presente me encontrará

E com um sorriso no rosto ele possa me perguntar "mamãe, por que você ta assim?"
Vou abraçar o meu presente, minha razão de viver e explicar pra ele

"Mamãe só está lembrando de todo o caminho que ela percorreu até poder olhar pra coisinha que me fez sentir completamente realizada."
Um dia, eu sei, vou estar sentada durante a noite olhando as estrelas enquanto o vento bate, lembrando de tudo o que passei até ali e rindo pras estrelas como forma de dizer "finalmente não apenas estou feliz, mas agora posso dizer que sou feliz".
Um dia vou olhar pro meu passado e dizer que não me arrependo de nada;
Um dia vou sentir orgulho das minhas conquistas;

Um dia minha felicidade não terá fim;

Um dia vou olhar pra tras e ver que tudo valeu muito a pena.